Páscoa 2020: 9 Dicas para vender mais em seu segmento

Tempo de leitura: 12 minutos

Não é novidade para ninguém que a Páscoa é uma das datas mais esperadas, afinal chocolates e doces são sempre uma boa pedida! Na perspectiva do varejo, a data representa uma importante sazonalidade para grandes investimentos.

Mas não se engane, não são apenas as empresas de chocolate que podem se beneficiar da Páscoa. Empresas que não têm o foco tão definido em doces podem aproveitar de sua criatividade para garantir sucesso nessa época e começar o ano com um grande orçamento.

Para acertar nessa Páscoa, preparamos para você várias dicas e dados que reforçam estratégias e a importância de investir na data. Acompanhe!

Importância da Páscoa no Brasil

Atualmente, o Brasil já ultrapassou a marca de 210 milhões de habitantes (IBGE, 2019). Segundo a Abicab (Associação Brasileira de Indústrias de chocolates, Amendoim e Balas), 88% dos brasileiros compram chocolates para o consumo próprio, e esse número vem se intensificando cada vez mais.

Para a indústria do chocolate, a Páscoa é o período comercial mais importante do ano, e rende bons frutos para o segmento de confeitaria todos os anos.

Segundo Ubiracy Fonsêca, presidente da Abicab, “Presentear com chocolate na Páscoa é uma tradição no Brasil, por isso, as indústrias investem constantemente em inovação para fazer frente a esta demanda e contribuir, durante este período, para o aquecimento da economia e a movimentação do varejo”.

Mas para muitos, a Páscoa não reflete apenas doces ou chocolates. É normal ainda associar a data ao amor, religião, bondade e uma série de fatores positivos – daí as oportunidades para diversos setores.

Expectativas para a Páscoa 2020 no Brasil

No ano passado (2019) o varejo conseguiu atingir um crescimento de 1,29% no volume de vendas a prazo na semana que antecedia a Páscoa, em comparação com 2018, segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

Agora em 2020, as fábricas já aumentaram em quase 16% seu volume de mão de obra para esse período – tudo para atender os estabelecimentos após o Carnaval, sem tempo a perder.

Embora não tenham projetado um crescimento específico para as vendas desse ano, principalmente ligadas aos chocolates, Fonsêca comenta que “A inflação está controlada e os juros estão baixos. O momento é bom para aquecer o consumo”.

Para impulsionar suas vendas e sair por cima da concorrência, acompanhe a seguir 9 dicas de como aproveitar bem os investimentos na Páscoa e garantir boas vantagens nessa data importante para o varejo.

9 Dicas para vender mais na Páscoa 2020

1. Planejamento

Um bom planejamento é a base para grandes acertos. E para isso é importante começarmos nos fazendo perguntas como: Qual meu tipo de cliente? O que pretendo vender? Quais produtos mais vendem na Páscoa? Quanto posso gastar?

Dessa forma, se torna muito mais fácil organizar as ideais e pensar em novas estratégias para garantir uma boa Páscoa 2020!

2. Prepare seu estoque

Agora que você já tem um bom planejamento, é hora de começar a organizar seu estoque! É importante que nesse momento você comece a armazenar certas quantidades de mercadorias para não sobrar ou faltar produtos.

Segundo pesquisa do SPC Brasil e CNDL, os produtos mais procurados para a Páscoa em 2019 foram:

  • Ovos de chocolates industrializados (61%);
  • Caixas de bombons (50%);
  • Ovos de páscoa artesanais e caseiros (38%);
  • Barras de chocolate industrializadas (33%) e artesanais (25%);
  • Colombas pascoais (13%); e
  • Bebidas, principalmente o vinho (13%).

Essa pode ser uma boa base para saber no que seu negócio pode focar em 2020, em especial se for ligado ao ramo alimentício.

Uma boa maneira de avaliar a quantidade certa de mercadorias é observar o desempenho nos anos anteriores nesse mesmo período; assim você terá uma boa base de vendas e gastos.

3. Adapte seus produtos

Páscoa lembra chocolate, mas não significa que apenas empresas que vendem chocolate podem se beneficiar!

Além dos doces, temos decorações temáticas, brinquedos e vários produtos que podem ser adaptados pela sua empresa para ficarem compatíveis com a proposta da data.

Não precisamos ir muito longe para comprovar isso. Você já viu como as pessoas também gostam de presentear com cestas de chocolates? Nesse caso, além de pensar nos doces que vão preenchê-la, os consumidores precisam encontrar a cesta e as decorações que vão adorná-la.

Só nesse exemplo básico, inúmeros negócios podem oferecer soluções aos clientes.

No mais, basta refletir sobre o que você já oferece e tentar criar algum vínculo com o famoso coelhinho para chamar a atenção.

4. Organize seu ambiente

Muitas vezes o ambiente da loja é o prato principal para comprar o cliente.

Como estamos na Páscoa, grande parte das crianças se interessam por coisas que remetem a coelho e doces. E vale lembrar que o desejo delas move boa parte das decisões de compras dos pais.

Dessa forma, utilizar decorações coloridas, customizar setores e ordenar os itens de maneira que sejam mais chamativos se tornam opções valiosas para aumentar seu faturamento e lucrar.

Uma boa ideia é fantasiar alguém de coelho para alegrar a criançada, ou seguir a próxima dica e combinar tudo.

5. Crie promoções/eventos

Uma ótima opção para se destacar da concorrência é criar promoções atrativas!

A maioria dos estabelecimentos oferecem o mesmo produto em faixas de valores próximas, principalmente se tratando de ovos de páscoa, costumeiramente mais caros e que sempre pesam no bolso de muitos consumidores. Portanto, oferecer mercadorias com preços mais baixos podem tornar seu negócio prioridade.

Mas não se atente apenas a itens que precisam de preços atrativos! Várias pessoas ainda preferem dar barras de chocolate porque são naturalmente mais baratas, e elas facilmente se multiplicam nas cestas de compras.

Dependendo do perfil, o consumidor recorre a brinquedos diferenciados em vez de chocolate. É importante pensar em todas as opções.

Outra opção para empresas que não são do ramo dos doces, é oferecer sorteios ou até mesmo cestas de Páscoas de maneira que o cliente compre seu produto e ainda saia ganhando vantagens.

6. Atenção às perdas de mercadorias

Como qualquer outro dia no varejo, é comum que na Páscoa haja perda de mercadorias. Porém, perder produtos é sempre um muito negativo.

Fique atento a situações como: Furtos, quebras e principalmente o seu estoque. Nunca deixe os produtos passarem da validade – principalmente em uma época cujo maior símbolo é do ramo alimentício!

Além disso, é interessante utilizar etiquetas de identificação legíveis e escolher lugares eficientes de exposição dos produtos, buscando a segurança dos produtos e dos clientes no seu estabelecimento.

7. Garanta um bom atendimento

Quando falamos de atendimento, nos referimos a duas coisas: como você se porta em relação ao cliente e o que você oferece a ele.

Voltando à primeira, ela rege toda a comunicação e preparo dos funcionários para o atendimento aos clientes. Os consumidores têm preferência por estabelecimentos que os atendam de maneira eficiente e educada.

É também essencial treinar os funcionários para responder perguntas de todo tipo, principalmente as mais comuns e que devem estar na ponta da língua, como: Qual o melhor chocolate? Onde estão cada opção? Qual a marca mais barata?

Já a segunda parte de um bom atendimento se refere aos produtos. Não podemos esquecer que hoje em dia as pessoas se preocupam muita mais com alimentação e até o meio ambiente. Por isso, é sempre interessante ter em estoque alguns produtos sem lactose, sem glúten, veganos, fitness, etc. Basicamente, produtos que atendam diferentes grupos.

8. Divulgue seus produtos

Desde que a publicidade existe, ela tem feito seu caminho para estimular vendas.

Hoje, com uma infinidade de alternativas e canais, ficou ainda mais fácil estar perto do consumidor e gerar novas vendas.

A dica é divulgar. O jeito mais fácil de iniciar isso é publicar sobre seus produtos nas redes sociais, novas promoções, condições de pagamento imperdíveis, horários de atendimento diferenciados (se houver), entre outros.

O objetivo é incentivar os clientes a prestarem atenção na sua marca e alimentá-los com conteúdo que gradualmente os farão lembrar e, quem sabe, comprar direto com você. Além disso, você sempre poderá abrir caminho para alcançar mais pessoas.

Mas lembre-se: é interessante divulgar as mercadorias o mais cedo possível para aumentar as chances de vender mais.

9. Utilize a tecnologia a seu favor

Por fim chegamos às grandes soluções que podem facilitar muito a sua Páscoa!

É inevitável a aparição de alguns imprevistos durante datas grandes no varejo como esta. Por isso, é necessário contar com tecnologias que possam resolver as coisas de maneira simples e rápida.

Um grande exemplo são os totens de autoatendimento que ajuda a acabar com as filas, gerando maior satisfação na hora da compra e trazendo experiências positivas aos clientes!

Outra opção bastante viável para qualquer negócio, seja em datas comemorativas como essa ou não, são os sistemas de gestão e integração da sua loja. É sempre importante estar em dia com as informações do seu negócio e não perder nenhum detalhe.

Com esse tipo de solução você consegue monitorar áreas como o estoque e os caixas de maneira única sem precisar perder tempo, vendas e ainda facilita as tomadas de decisão para evoluir e crescer cada vez mais.

Encare a jornada com mais possibilidades

Agora que você já sabe como se preparar para esta Páscoa, é hora de focar na execução dos seus planos.

Se quiser saber mais sobre vendas e soluções para o seu varejo, sugerimos que dê uma olhada no nosso artigo sobre como otimizar as vendas e a gestão em seu Supermercado.

Até a próxima!