O layout da loja conta muito na hora de vender!

Além de todos os cuidados que devem ser tomados na gestão da loja, outro fator de grande importância está diretamente no espaço dela e como o cliente o percebe. Para ajustar essa percepção a favor do negócio, a dica é prestar atenção no seu layout em geral.

Entenda melhor como o layout da loja impacta no dia a dia das lojas e como ela pode e deve ser eficiente para o seu negócio também! Acompanhe com a gente a seguir 😉

Por que um bom layout faz diferença?

Um bom layout contribui imensamente para a atração do consumidor até a loja, além de garantir a ele o espaço para fluir para os locais certos e estimular a decisão de compra – que é o maior objetivo. Nesse caso, o layout da loja deve ser planejado pensando em alguns aspectos principais: a divisão do espaço físico, a organização dele e a exposição adequada dos produtos.

De forma geral, o foco é agradar o consumidor e ao mesmo tempo aproveitar da melhor forma possível a área útil do estabelecimento. Ou seja, organizar o espaço de um jeito que faça sentido ao consumidor, chame a sua atenção e o leve a explorar o ambiente ao máximo, afinal, quanto mais produtos ele localizar, maiores são as chances de comprá-los – e aí entram os diversos estímulos para influenciar a compra.

Como construir o layout certo?

Se a loja já existe e tem um layout pronto, é interessante entender como os clientes já se movimentam por ela. Por onde começam? Onde o fluxo é maior? Onde é menor? Quando essas perguntas começam a ser respondidas, você descobre como os consumidores se comportam e é possível reaproveitar essas informações para criar o caminho ideal e incluir os produtos certos nele ou criar estratégias para movimentar eventuais áreas “paradas”.

Algumas características de divisão do espaço, que integram o layout e são a parte inicial dele, podem ser aproveitadas para muitos tipos de negócio porque cumprem funções muito práticas. Confira algumas dicas para começar o layout da sua loja:

A vitrine

É a primeira área que o público tem contato e identifica o que a loja representa, além de ter papel fundamental na atração dos clientes em poucos segundos de interação. Dê atenção especial à disposição e seleção dos produtos, combinando elementos para um visual limpo e agradável (sem excesso de cores, produtos ou itens de decoração). Preferencialmente, a vitrine deve ser trocada a cada 15 dias.

Área inicial

Aqui o cliente ainda está se situando, por isso é comum encontrar novidades e promoções para tentar captar seu interesse. Em alguns casos, quando os caixas de pagamento estão localizados nessa área, também são adicionados produtos de compra por impulso (itens não planejados, mas facilmente introduzíveis na sacola/carrinho durante a saída).

Para a execução de promoções, o ERP Megasul tem funções específicas de controle de período de atividade e condições promocionais que facilitam o dia a dia.

Área central

Essa é a área que representa a loja e onde o cliente pode identificar o que ela é (cognição), então uma boa opção é expor os principais produtos, que exigem um tempo maior de decisão.

Fundo da loja

Ali ficam os produtos básicos, ou seja, aquilo que o cliente se planejou para comprar e vai até à loja automaticamente procurando, além dos serviços essenciais como provadores e caixas, por exemplo. É importante deixá-los por último porque as chances de o cliente encontrar outros itens no trajeto até chegar lá aumentam. Essa localização também facilita o processo de reposição constante entre o estoque e a área de vendas.

Como organizar o espaço e expor os produtos?

Agora que você já sabe sobre o conceito geral de criação de um bom layout, buscando favorecer sua loja com a divisão correta de áreas e análise do fluxo de pessoas, é importante ir para o próximo passo: a organização do ambiente para facilitar a movimentação e permanência dos consumidores nele.

Dicas para manter a organização da loja:

  • É essencial manter o ambiente limpo, com iluminação e climatização adequados. Assim o cliente se sente confortável e, consequentemente, mais disposto a continuar ali.
  • Busque equilíbrio na decoração. Ela pode ser útil para atenuar ou evidenciar espaços, mas precisa ser usada com moderação para não interferir nos produtos.
  • Verifique se as instalações possuem dimensões adequadas para a passagem de itens de grande porte, evitando danos na entrada.
  • Confira se a loja está aderente às boas práticas de acessibilidade, permitindo que qualquer pessoa possa acessá-la. Pensar em questões estruturais, como a presença de um estacionamento (caso seja compatível com o seu público) também é fundamental.
  • Certifique-se de que os espaços entre as prateleiras e os corredores são agradáveis e suficientes para o trânsito de várias pessoas. O consumidor não gosta de se sentir confinado em espaços pequenos ou ter sua passagem obstruída, assim como também não gosta de esbarrar em outras pessoas.
  • Evite que as pessoas se sintam desorientadas. Sinalize corretamente todos os corredores ou seções para facilitar e agilizar a busca pelos itens desejados.
  • Dê atenção extra aos caixas, porque a finalização da venda é crucial para a loja e o consumidor. Analise se a quantidade de caixas atende à demanda de clientes, se o espaço de espera está bom e evite a geração de filas. Para isso, é fundamental contar com um sistema de Caixa fácil de operar ou até mesmo terminais de autoatendimento, que deixam o cliente agilizar as compras sozinho.
  • Apenas inclua músicas ou aromas que sejam condizentes com a identidade da loja e o público que a visita.
  • Dê atenção à fachada e às vitrines: elas também precisam estar limpas e convidativas.

Agora que o espaço já está organizado, chega a etapa de exposição dos produtos. Além de dispor as mercadorias, é possível criar estímulos visuais ou sensoriais para complementar e destacar produtos específicos ao cliente, influenciando o comportamento de consumo e potencializando as vendas, principalmente de compras por impulso.

Dicas para a exposição correta e atrativa dos produtos na loja:

  • Facilite a assimilação dos clientes. Organize os corredores e prateleiras de forma lógica, agrupando itens por categorias específicas ou criando corredores com produtos que possuam um mesmo fim em comum.
  • O ideal é posicionar os produtos de maior destaque na altura da visão do cliente (1,60m) ou pelo menos onde existe alcance das mãos (de 1m a 1,60m). A altura máxima para exposição é 2m e a mínima é 0,50m.
  • Materiais de merchandising são ótimos para conduzir o consumidor até um produto e otimizar a interação dele com as marcas. Existem diversos modelos, como displays, adesivos, bandejas de degustação, cartazes, materiais suspensos no teto, etiquetas de preço, faixas de gôndolas, folhetos promocionais, in-store mídia (TVs interativas), etc. Mas lembre-se de usá-los com equilíbrio.
  • Confira a identificação das mercadorias. Preço, etiqueta, rótulo, etc. devem estar corretos e virados para a frente. Terminais de consulta de preços podem ser muito úteis para otimizar a jornada do cliente na identificação de preços pelo estabelecimento. A Megasul oferece soluções que contemplam essa função e se integram facilmente à gestão.
  • As luzes podem ser boas aliadas para realçar produtos e deixar claro onde está o ponto de atenção principal.
  • Atente-se aos prazos de validade e eventuais avarias no que está exposto. Produtos mais próximos do vencimento devem ser vendidos primeiro, o que significa estar na frente das prateleiras e salientar essa condição ao consumidor. No caso de produtos com danos, retire-os de circulação – com uma gestão eficiente do negócio, a prevenção de perdas torna-se menos complexa.

Encare a jornada com + possibilidades

Você já sabe como deixar sua loja brilhando aos olhos do consumidor, agora só falta automatizar os processos de venda e gestão do jeito certo!

A Megasul tem soluções que podem agilizar o seu dia a dia de ponta a ponta. Conte com terminais de consulta de preços para satisfazer os clientes, até sistemas de Frente de Caixa ágeis, práticos ou Self-Checkouts que deixam o consumidor à vontade para comprar. E o melhor: mensure resultados e planeje o próximo passo a qualquer momento com as funções completas do ERP Megasul! :)

Fale com nossos especialistas e descubra todas as possibilidades, na medida do seu negócio: