Skip links

SKU: o que é? Veja o significado dessa importante sigla para o varejo

SKU é a sigla para Stock Keeping Unit, um termo em inglês que pode ser traduzido como “unidade de manutenção de estoque”. Para compreender melhor, o SKU é um código composto por números, muitas vezes sequenciais, para facilitar o cadastramento/inserção do produto no ERP e no PDV do varejista.

Ideal para ajudar a organizar o estoque do supermercado, o SKU permite que o varejista tenha maior controle da entrada e saída dos produtos, sabendo se eles estão fazendo sucesso, encalhados e/ou se precisam de reposição.

Assim, ao fazer a gestão de estoque ou ao buscar por um item, ao invés de procurar pelo nome do produto, a busca é feita pelo código de SKU. Dessa forma, tornando a explicação mais simples, pode-se dizer que o SKU é como se fosse o “CPF” de cada produto, já que é o código que carrega em si o preço e a “identidade” de cada item.

SKU x EAN: qual a diferença?

Porém, além de entender SKU: o que é, também é importante conhecer outra sigla de três letras que faz parte do dia a dia dos varejistas.

Estamos falando do EAN, que está relacionado com as diferenciações de um mesmo produto. Por exemplo, sabonetes e detergentes que variam apenas o aroma, e ainda, chinelos, como as Havaianas, que apresentam variações de acordo com tamanho, cores e modelos.

O SKU é um número agrupador de EANs que o varejista usa para controlar a venda de um produto, apesar das suas variações.

SKU e código de barras: qual a diferença?

O código de barras é mundialmente conhecido tanto pelos varejistas quanto pelos consumidores. Ele é único para cada produto e pode ser identificado apenas com o auxílio de um leitor específico. Isso já o torna diferente do SKU e do EAN.

O código de barras é criado pela indústria que fabrica o produto, assim sendo, ela é a única que pode alterar esses números.

Por isso, usar o código de barras de um produto como base para cadastrar como SKU não é uma boa ideia, afinal, esse número pode ser alterado pela indústria e, assim, poderá gerar uma confusão no gerenciamento do seu estoque.

Assim sendo, podemos concluir que além de compreender SKU: o que é, também é importante ter o conhecimento técnico de outras siglas relevantes para o varejo – como o EAN que citamos acima.

SKU: o que é e como utilizá-lo na estratégia de trade com a indústria

Por fim, você sabia que o SKU pode ser um grande aliado na estratégia de trade do seu supermercado com a indústria? Isso mesmo!

Isso porque é possível fechar parcerias estratégicas com a indústria em que você compartilha com ela os dados de SKU do seu varejo. Somente, é claro, dos produtos desse fornecedor em questão. Isso porque é necessário manter em dia os cuidados com a segurança, a LGPD, a privacidade e a integridade dos consumidores.

Assim, a indústria poderá acompanhar de perto o resultado das vendas dos seus produtos. Saberá se o estoque de algum item está baixo e se há uma maior rejeição de um produto. Também, se é preciso entrar em contato com o varejo para enviar novos itens, entre outros.

O cuidado em fazer o registro adequado de SKU e em buscar a parceria adequada com a indústria é algo que trará benefícios tanto para os supermercados quanto para os fornecedores.

Afinal, é do interesse da indústria que os seus produtos estejam expostos nos supermercados. E, é claro, é do interesse do varejista que os itens estejam sempre em quantidade adequada no estoque e nas gôndolas. Ou seja, essa parceria torna o processo de reposição mais ágil, dinâmico e eficiente.

Facilite o controle de seus produtos com um ERP totalmente Online

VarejoCloud é uma plataforma de gestão online que permite você administrar todas as etapas do seu negócio. Ele tem tudo que seu negócio precisa para continuar crescendo.

– Gestão de estoque

– Frente de caixa

– Compras

– Precificação de produtos

– Venda e emissão de notas

– Venda online

– Gestão financeira

– Envio de SPED

E muito mais, e você pode acessar todas as informações direto pelo celular, tablet ou computador, basta ter internet.

Essas foram algumas recomendações de como aumentar as vendas em uma loja de roupas.

Para atuar nesse segmento de mercado, vale a pena buscar novidades e tendências, não apenas nas peças que serão vendidas, mas também na decoração para que gere uma experiência bacana para seu cliente.

Quer facilitar a gestão do seu negócio? Entre em contato com o VarejoCloud, desenvolvemos um sistema simples e fácil de usar focado na gestão de Varejo

Deixe um comentário